Interreg Sudoe - Programa Interreg Sudoe

Sobre Interreg Sudoe

Em que consiste Interreg?


O Programa Interreg Sudoe faz parte do objetivo europeu de cooperação territorial, mais conhecido como Interreg, financiado através de um dos fundos da política regional europeia: o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). O período atual de programação contempla desde o ano 2014 a 2020, e é precedido por duas gerações anteriores: Sudoe 2000-2006 e Sudoe 2007-2013.

 

Interreg: organização


 

O Programa Interreg Sudoe é um dos 15 programas do período 2014-2020 dentro de Interreg B, consagrado à cooperação transnacional. Além disso, existem cerca de 60 programas financiados por Interreg A, que correspondem à cooperação transfronteiriça, e existem 4 programas de cooperação financiados por Interreg C, que financia a cooperação inter-regional. (+ informação).

 

Em que consiste o Programa Interreg Sudoe?

O Programa Interreg Sudoe apoia o desenvolvimento regional no sudoeste da Europa, financiando projetos transnacionais através do Fundo FEDER.  Assim, promove a cooperação transnacional para resolver problemas comuns a dito território, como o baixo investimento em investigação e desenvolvimento, a baixa competitividade da pequena e média empresa e a exposição às alterações climáticas e aos riscos ambientais.

O Programa Interreg Sudoe (abreviatura de Programa de Cooperação Interreg V-B Sudoeste Europeu) foi aprovado pela Comissão Europeia, no dia 18 de junho de 2015, com um orçamento de 141 milhões de euros. O texto na sua íntegra encontra-se disponível em Espanhol, Francês, Português e Inglês.

O Programa conta com um resumo destinado à cidadania no qual se oferece uma visão geral dos seus objetivos e características:

Além disso, existe um resumo especificamente destinado aos beneficiários potenciais:

Regiões elegíveis

Os projetos aprovados são fruto de consórcios compostos por parceiros públicos ou privados de regiões de diferentes países do sudoeste europeu.  As regiões elegíveis são todas as comunidades autónomas espanholas (exceto as Ilhas Canárias), as regiões do sudoeste da França (Auvergne, Occitanie, Nouvelle Aquitaine), as regiões continentais de Portugal, o Reino Unido (Gibraltar) e o Principado da Andorra.

De que tratam os projetos?

Os projetos aprovados pelo Programa tratam sobre um dos cinco eixos prioritários indicados em seguida. Os mesmos foram selecionados por serem aqueles em que a cooperação transnacional tem um maior impacto no sudoeste da Europa:

 

  Investigação e inovação

 

 

 

  Competitividade das PME

   

 

  Economia de baixo teor de carbono

   

 

  Luta contra a alteração climática

   

 

  Meio ambiente e eficiência de recursos