Interreg Sudoe - Programa Interreg Sudoe

Atualidade Sudoe

REGIOSTARS, uma oportunidade para os projetos Sudoe

Em outubro, a Comissão Europeia recompensará os projetos de desenvolvimento regional que mais inspiram. Este ano, 4 projetos Sudoe estão na corrida!

Na Semana europeia das Regiões e as Cidades, o Regiostars recompensará os melhores projetos europeus, convertendo-os assim em modelos para os projetos futuros. No último ano, o projeto ClimACT que visa a transição para uma energia baixa de carbono nas escolas chegou à final deste famoso concurso. Este ano, 4 projetos Sudoe estão na lista dos selecionados em 4 categorias e podem ganhar o prémio do público. Vejamos resumidamente estes projetos:

ICT4SILVER aborda o silver economy que cobre as necessidades da população de mais de 60 anos. Este projeto inovador promove produtos e serviços adaptados às necessidades das pessoas idosas, fornecendo instrumentos para o futuro já que a zona coberta pelo Sudoe terá a população mais idosa do mundo em 2050 com mais de 40% da população do silver economy.

ICT4SILVER participa na categoria 1 - promover a transformação digital.

Vote por eles aqui.

 

A poluição dos solos é um dos maiores problemas da zona Sudoe com importantes consequências sobre o ambiente e a saúde.
Na categoria 2 - Conexão azul, verde e cinzenta, encontramos dois projetos Sudoe sobre a gestão dos solos poluídos: SOIL TAKE CARE ET PHYTOSUDOE.

SOIL TAKE CARE é um projeto que aborda a gestão dos solos vinculados a diferentes setores: económico, ecológico e culturais. Os solos que sofrem das ações que o degradam frequentemente de maneira irreversível. O projeto fornece instrumentos de diagnóstico e de gestão política e social para uma gestão eficaz dos lugares contaminados. .

Vote por eles aqui.

O objectivo de PHYTOSUDOE é gerir e restaurar os ambientes degradados aplicando técnicas de fito remediação que promovem a biodiversidade, aumentam a funcionalidade dos ecossistemas e permitem uma utilização duradoura dos recursos. O projeto promove o uso das técnicas de fito gestão pelos gerentes e proprietários dos solos poluídos. As opções de fito gestão são menos invasivas e menos dispendiosas que as técnicas de remediação procedentes do engenharia civil e permitem obter resultados de forma gradual relativos ao crescimento da biodiversidade, da qualidade e funcionalidade dos solos bem como a absorção do carbono.

 

Vote por eles aqui.

 

SUDOE STOP CO2 participa na categoria 4 - construir cidades resistentes à alteração climática.

O projeto aborda a melhoria das fontes de energias renováveis nas construções públicas. Com efeito, um grande número de estações de comboios e de autocarros e dos seus arredores apresenta uma forte concentração de veículos que combinados a uma rede de transporte urbana mal conectada, têm um custo elevado em matéria de eficácia energética. Além disso, trata-se uma excelente oportunidade de influenciar o comportamento das pessoas para garantir a transição para um modo de vida mais duradouro.

 

Vote por eles aqui.

Vote por estes projetos! Boa sorte à todos!