Interreg Sudoe - Programa Interreg Sudoe

Diário de um@ voluntári@

Desde outubro de 2017, o Secretariado Conjunto do Programa conta com o apoio de um voluntário Interreg para promover e contribuir para a capitalização do Programa. Esta iniciativa, financiada através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional no âmbito do Programa "Interreg Volunteer Youth", oferece aos jovens de 18 a 30 anos a possibilidade de realizar uma experiência de voluntariado no Secretariado de um Programa Interreg ou em um projeto por um máximo de 6 meses. Assim, estes jovens contribuem à divulgação de informações sobre os benefícios da integração territorial europeia no terreno, através de ações de comunicação, apoiando valores fundamentais da UE, como a solidariedade ou a cooperação, conforme refletido na Carta do Corpo de Solidariedade da UE, à qual aderiu o nosso Programa.

O passado 2 de outubro, a Claudia Guzzon uniu-se ao Secretariado Conjunto do Programa Interreg Sudoe. Durante a sua estadia, esta jovem italiana de Marano Lagunare (Friuli Venezia Giulia) contribuirá para ilustrar os resultados dos projectos aprovados nas diferentes programações do Programa e para difundir os benefícios da cooperação transnacional no espaço Sudoe.

Claudia Guzzon

Através desta seção, a Claudia conta a sua experiência no Programa. Desejamos-lhe uma boa viagem através da nossa colaboradora!


SANTANDER, 03 NOV 2017

ISTO É INTERREG SUDOE!

Já se passaram as minhas primeiras semanas como Reporter Interreg no Secretariado Conjunto do Programa Interreg SUDOE ... e acho que chegou a hora de contar um pouco sobre minhas primeiras impressões sobre este intenso começo. Intenso porque, assim como comecei, algumas semanas atrás também participei do evento "IVY (Interreg Volunteer Youth) Get Together" em Bruxelas, que foi realmente uma boa oportunidade para conhecer outros voluntários e organizações da Interreg envolvidos nesta iniciativa.

... mas vamos começar pelo início ...

Alguns meses atrás, quando eu decidi candidatar-me à IVY, o que eu realmente pensei ser muito interessante sobre esta iniciativa eram duas coisas, acima de tudo: a idéia de promover a cooperação através das fronteiras a nível local e o reconhecimento de uma dimensão social e humana de Interreg. Agora que comecei, percebo que, para o Programa SUDOE, o foco nesta dimensão é muito importante. É por isso que meu papel nos próximos meses está intimamente relacionado com a necessidade e a vontade de mostrar como o Programa e os projetos que financia têm melhorado positivamente a vida das pessoas do seu território. A fim de aumentar a consciência de um público cada vez mais crescente sobre as importantes realizações do Interreg SUDOE, vou-me concentrar principalmente no processo de capitalização dos resultados dos projetos e do Programa em geral. Por um lado, conduzirei uma investigação sobre o impacto dos projetos aprovados nos últimos anos, com foco na sua contribuição tangível para o território e a sua população; Por outro lado, vou realizar um estudo paralelo sobre a capitalização do próprio Programa, com o objetivo de adaptar a sua estratégia e tornar o Programa Interreg SUDOE mais visível. O mais interessante dessas investigações é que vou entrar em contato com vários parceiros e ter a oportunidade de falar com eles diretamente para entender melhor os seus projetos. Além disso, vou descobrir como o Programa é percebido a diferentes níveis, estando em contato com os principais atores envolvidos na sua promoção. O resultado de final será apresentado e discutido durante o evento SUDOE sobre capitalização, agendado para o próximo ano. Além deste trabalho específico de capitalização, também participo na maioria das atividades e reuniões do Secretariado, como membro ativo da equipa, o que é uma oportunidade extraordinária para aprender mais sobre Interreg e, particularmente, a cooperação transnacional no Sudoeste da Europa. Nesse sentido, a equipa do SUDOE é ótima e desde o início que todos me fizeram sentir como parte da equipa. Quanto a Santander, o que posso dizer? Tenho que admitir que não conhecia esta parte de Espanha até chegar aqui. No entanto, sempre me fascinaram as cidades costeiras ... talvez porque eu sou de um lugar semelhante em Itália. Ainda estou descobrindo esta cidade, mas parece um lugar relaxado e agradável, então eu realmente não posso reclamar.

Em geral, foi um começo muito positivo. Espero aproveitar esta ótima experiência! Já vos contarei :-)

 

Bahia de Santander


SANTANDER, 20 DIC 2017

TRABALHANDO SOBRE CAPITALIZAÇÃO

Como referi no meu último post, nas últimas semanas tenho vindo a preparar os questionários em relação com os dois estudos sobre o impacto dos projectos e as necessidades dos principais atores do Programa SUDOE.

Após uma análise interna cuidadosa, os questionários propostos foram enviados para as Autoridades Nacionais do Programa para comentários. Os questionários serão lançados nas três principais línguas do Programa (Espanhol, Francês e Português), com a finalidade de chegar a um maior número de pessoas e facilitar-lhes a compreensão do objetivo destes estudos. Por este motivo, é essencial ter em conta estes comentários e adaptar as questões de acordo com as especificidades de cada idioma. Este é um desafio e nem sempre é uma tarefa fácil, mas já estamos trabalhando na versão final dos dois questionários para tê-los prontos antes do Natal. A idéia é lançar ambas as pesquisas no início de janeiro.

Para além dos estudos, nas últimas semanas, também tenho contribuido para outras actividades de comunicação, tais como, a realização de um pequeno vídeo promocional sobre Interreg SUDOE. É o meu primeiro vídeo! :-)

Juntamente com a Andréa, a Responsável de Comunicação no Secretariado Conjunto, também participei no segundo workshop “Cap & Com”, organizado no mês passado em Bilbao por INTERACT. O evento reuniu vários parceiros dos programas Interreg e foi uma oportunidade importante para trocar idéias sobre como melhorar a comunicação e a capitalização dos resultados de Interreg. Entre outras questões, as várias sessões focadas em como relacionar os resultados de Interreg com a mudança de políticas e sobre o "storytelling", como ferramenta chave para a sensibilização sobre o potencial do Interreg. Agnes Monfret, Chefe da Unidade de Comunicação na DG REGIO também esteve presente para apresentar a estratégia de comunicação e o plano de ação da DG. Terminou o seu discurso mencionando a iniciativa “Interreg Juventude” e incentivando os participantes a receberem voluntários nas suas organizações, o que na verdade foi uma grande promoção para a IVY.

 


No mês passado, tive a oportunidade de descobrir alguns lugares surpreendentes em Cantábria e País Basco: a maravilhosa praia de Arnía, a histórica cidade de Santillana del Mar, a bela obra de Gaudí "El Capricho" em Comillas e a Ermida de San Juan de Gaztelugatxe na costa de Vizcaya. Esta área realmente tem muito para oferecer!

Brevemente regressarei a Itália para passar o Natal com a minha família e amigos, mas regressarei no início de janeiro para contar-lhe also mais sobre os nossos questionários e outras coisas mais. :-)